6 set de 2011
 

escrito por: em Dicas, Histórias, Viagens

Pra variar, toda viagem que faço tem uma resenha diferente pra contar.
A viagem estava marcada para 07.jun e devido a um leve contratempo, tivemos que adiar nossa ida. Sim, nossa, afinal, dessa vez não fui sozinho, Aninha teve que me aturar por 13 dias nessa viagem fodástica ao Chile.

Sim, caceta, e o contratempo? Ahhh, o contratempo. Como todos devem ter ficado sabendo, um vulcão decidiu entrar em erupção de propósito só pra foder com nossa viagem. O Puyehue, que estava “adormecido” desde os anos 60, resolveu filhadaputiciar com alguém e esse alguém fomos nós. Tivemos que adiar nossa viagem para o dia 12.jun.

Tínhamos feito um roteiro para 11 dias de viagem. Nele, além da capital chilena (2 dias e 1/2), nos programamos para conhecer Pucón (5 dias), Puerto Varas (3 dias), Puerto Montt (não chegamos a ir), Viña del Mar, Reñaca e Valparaíso (1 dia para os três já que são todas praias vizinhas).

Agora vamo deixar de lenga-lenga e falar sobre o que interessa.

Ver texto completo »

Do que se trata

, , ,
 

3 jun de 2011
 

escrito por: em esportes, Histórias, paraquedismo, vídeos

Depois de meses de organização e anos de espera finalmente concluí mais um sonho @antesdos30.

Desde o ano passado vinha combinando com @ericksantana pra realizar esse salto em João Pessoa-PB, mas depois de todo o rolo doido que teve entre o aeroclube e a prefeitura de Jampa, decidimos ir pra Boituva-SP (capital nacional do paraquedismo) e fazer essa loucura.

Acompanhado dos amigos @ericksantana e @davidsonsantana, saí de Recife-PE até a capital nacional do Dinheiro (São Paulo-SP), onde ficamos “arregados” na casa de @realeden o fim de semana.
Pelo pouco tempo que tive, não conheci Sampa muito bem, mas deu vontade de voltar pra conhecer melhor, mas isso vai ser uma outra história.

Depois de umas 2h de viagem, finalmente chegamos ao Centro Nacional de Pára-quedismo em Boituva.
Assim que chegamos sentimos logo o clima daquele lugar, que putaquepariu, deixa qualquer amante desse esporte entusiasmado, a adrenalina foi batendo e a vontade de saltar aumentando.

A escola que escolhemos foi a Paraquedimos Boituva, fomos muito bem atendidos, tanto pelas recepcionistas quanto pelos instrutores, no site deles dá pra ter uma noção de como a escola é requisitada.

Sobre o salto:

Investimento: R$ 390,00 (Salto Duplo com filmagem HD Handycam)
Instrutor: Tô ligado (recomendo o cara, gente fina d+)

 

Meu 1º salto de paraquedas. Boituva/SP por brunomoch no Videolog.tv.

 

A hora que cheguei na porta do avião é que cai a ficha da loucura que é se jogar daquela altura, mas uma coisa posso dizer sobre o salto, não existe sensação igual, é impossível descrever, porém uma coisa é certa, foi uma das melhores coisas que já fiz na minha vida, recomendo a todos e em breve saltarei de novo.

Do que se trata

, , , ,
 

escrito por: em Histórias, Viagens

Parte 2

Barreirinhas – Caburé – Atins

Sábado foi um dia mais light, não tinhamos passeio certo pra ir, decidimos ir tomar aquela breja em um bar a beira do rio em barreirinhas mesmo (não lembro o nome). Lá encontramos as amigas de Zé Carlos, Gláucia, Vanessa, Nayara e a amiga dela que não lembro o nome (perdão), galera gente fina d+. Ficamos por lá até umas 17h. Ver texto completo »

Do que se trata

, , , , , ,
 

escrito por: em Histórias, Viagens

Depois de 3 meses apenas, vou contar “um pouco” sobre minha viagem para o Maranhão (se vier com piadinhas, vá pá porra).

Parte 1

Essa viagem foi como posso dizer… … … … marcante. Tudo começou no dia 03/07, partindo de Recife, fazendo uma breve conexão de 4h em Fortaleza, por alguns minutos o aeroporto ia me cobrar diária, mas beleza, num estudei, da nisso. O bom foi que deu pra dar uma volta e conhecer um pouco a orla de Fortaleza, uma passada pela feirinha na praia de Iracema, e uma caminhada até o começo da Praia do Futuro, tomei umas cervas com meu brother @1gabrielsantana na beira da praia esperando o tempo passar. Voltamos ao aeroporto e pegamos nosso vôo rumo a capital maranhense (São Luis) ao lado de uma veia com medo que a gente derrubasse o avião.

Ver texto completo »

Do que se trata

, , , ,
 

escrito por: em Viagens

Primeiro dia e o bicho já tá pegando.
Pra começar, chego no aeroporto e a receita federal fechada (trouxe o note), vou até e o quiosque de informações e pergunto se posso fazer isso em São Paulo, que é pra onde vou fazer a escala. “Blz” o cara diz, “é em Sampa que você deve fazer, pois o voo daqui é nacional, o internacional é a partir de lá.” Até ai tudo certo, quer dizer, certo mais ou menos, consegui finalmente entrar nesse avião… e penso “POOOOORRAAAAA que emoção do cassete, meses tentando embarcar na bosta deste voo e sempre uma zinca, mas agora foi”.
Ver texto completo »

Do que se trata

, ,